A legislação permite que alguns grupos consumidores tenham as chamadas tarifas binômias, ou tarifas diferentes para determinados horários em que se consome energia.

Nesse caso, a tarifa pode ser diferente se cobrada tanto da demanda de energia quanto do próprio consumo de energia [se você quiser entender a diferença, clica nesse link que tem o post].

Quais são as diferenças entre Tarifa Azul e a Tarifa Verde

Tarifa Azul: aplicada a aplicada às unidades consumidoras do grupo A, caracterizada por tarifas diferenciadas de consumo de energia elétrica e de demanda de potência, de acordo com as horas de utilização do dia;

Tarifa Verde: modalidade tarifária horária verde: aplicada às unidades consumidoras do grupo A, caracterizada por tarifas diferenciadas de consumo de energia elétrica, de acordo com as horas de utilização do dia, assim como de uma única tarifa de demanda de potência;

Basicamente, a diferença é que na tarifa verde o valor a ser pago pela demanda de energia é fixo em qualquer horário. No caso da tarifa azul, o valor a ser pago pela demanda de energia é diferente na Hora Ponta (HP) e na Hora Fora Ponta (HFP). Isso faz com que seja uma grande oportunidade de reduzir os custos na fatura de energia com a mudança, seja para tarifa verde ou tarifa azul.

Porém, é necessário atenção! Independentemente de ser Tarifa Azul ou Tarifa Verde a melhor tarifa será aquela que melhor se encaixa no seu perfil de consumo de energia, ou seja, na maneira como se consome a sua energia. Essa informação pode ser obtida através de um sistema de monitoramento (para acompanhamento em tempo real).

Quer saber exatamente qual a melhor opção para o seu negócio? Se é a tarifa azul ou a tarifa verde? Entre em contato para baixar nossa planilha comparativa, insira os dados e veja o resultado!