A modalidade de Tarifa Branca foi criada pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) através da Resolução Normativa nº 733 de 06 de Setembro de 2016 e se tornou uma oportunidade para reduzir os custos com energia.

A modalidade permite que o consumidor passe a ter possibilidade de pagar valores diferentes em função da hora e do dia da semana.

Nos dias úteis, o valor da tarifa varia, dentro da área de concessão, em três faixas de horário:

  • Fora de Ponta: período com menor demanda de energia, geralmente entre 23h e 17h
  • Intermediária: via de regra, uma hora antes e uma hora depois da hora ponta
  • Ponta: aquele com maior demanda de energia

Na Ponta e no Intermediário a energia passa a ser mais cara, com tarifas maiores do que as praticadas na modalidade tarifária comum. Entretanto, a tarifa na faixa Fora Ponta se torna automaticamente mais barata. Além disso, em feriados e finais de semana a tarifa permanece com o valor Fora Ponta.

Antes da criação da Tarifa Branca, havia apenas uma tarifa, a Convencional, que tem um valor único (em R$/kWh) cobrado pela energia consumida e é igual em todos os dias, em todas as horas.

Qual o objetivo da criação da Tarifa Branca?

O objetivo é incentivar os consumidores a modificarem o perfil de consumo de energia para os períodos onde a capacidade do sistema está ociosa. Esse incentivo vem em forma de redução da tarifa, gerando benefícios em redução dos custos com energia para o consumidor que optar por essa modalidade.

Entretanto, a Tarifa Branca também pode se tornar um risco para o consumidor! Uma vez que alterada a modalidade tarifária, os valores a serem pagos na Hora Ponta e Intermediária são muito maiores se comparados aos valores pagos na tarifa Convencional, o que cria a necessidade de um controle apurado do consumo de energia em tempo real. A solução da Newatt é ideal para que você possa acompanhar o seu consumo de energia e evitar que tenha pagamentos adicionais em sua fatura a partir de um sistema de inteligência que cria alertas em tempo real via app, evitando que seu consumo extrapole a faixa estabelecida como ideal para se obter a redução dos custos.